5 segredos para investir em Ads e ganhar uma eleição com pouco dinheiro

Veja 5 dicas sobre como usar Ads ou anúncios de redes sociais na missão de como ganhar uma eleição com pouco dinheiro
Anúncios ou impulsionamento no Facebook são ferramentas importantes para ajudar como ganhar uma eleição com pouco dinheiro. Veha 5 segredos para não errar!

Os famigerados Ads ou anúncios na internet se tornaram o grande alvo não só do Marketing Político na missão de como ganhar eleição com pouco dinheiro, mas de todo o mercado de comunicação, em especial, no setor privado.

Com investimentos baixíssimos em comparação a outras formas de fazer publicidade, como anúncios em meios de comunicação, campanhas de Ads podem garantir alcance a milhares de pessoas com apenas alguns centavos e melhor, de forma segmentada.

Por meio de campanhas de Ads é possível fazer campanhas diferentes para cada cidade ou até bairro, específicas para cada gênero, idade e até interesses do público, atingindo só quem quer atingir e gastando pouco.

No Marketing Político, o uso do Ads ainda é restrito em comparação ao mercado privado. A primeira experiência em eleição ou campanha política do impulsionamento foi em 2018, quando o uso foi autorizado.

O Facebook ficou em primeiro lugar entre os fornecedores dos candidatos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ou seja, o Facebook foi a empresa que mais recebeu recursos (oficiais) dos candidatos nas eleições.

Apesar de ser de fácil operação e simples de fazer, campanhas de Ads podem ter pegadinhas que podem diminuir o alcance e a eficiência.

Por isso, separei 5 segredos que podem ajudar candidatos, políticos e equipes de comunicação política a fazerem boas campanhas políticas de Ads e ajudá-los na missão de como ganhar uma eleição com pouco dinheiro.

1) Como ganhar eleição com pouco dinheiro? Posicionamento Automático jamais!

Para quem ainda está no início e aprendendo a fazer campanhas de Ads, um detalhe que passa despercebido, em especial, no Gerenciador de Anúncios do Facebook são os posicionamentos dos anúncios.

Se o usuário não alterar, fica pré-selecionada opção “Posicionamentos Automáticos”. Com isso, de acordo com conteúdo, valor do lance ou por motivos que só a empresa sabe, o Facebook “joga” o anúncio para diferentes locais, inclusive, fora do Facebook. Pior: o Facebook cobra por isso.

Cada tipo de publicação, conteúdo ou até público tem um posicionamento melhor. De maneira geral, escolher o Feed, seja do Facebook ou do Instagram é a melhor opção.

O custo aumenta bem pouco perto do resultado maior e a visibilidade maior. Outros posicionamentos, como Audience Network, onde o conteúdo é colocado em banners de sites de notícias não valem a pena.

2) Como ganhar eleição com pouco dinheiro? Tenha um site e pixel nele!

Ter um site ou um blog é muito importante, como já disse em um vídeo de meu canal. Não só para fazer marketing de conteúdo e melhorar seu posicionamento no Google, como também tratei em um outro vídeo, mas também para melhorar o desempenho de seus anúncios.

Sim. Um site pode ajudar a melhorar a eficiência dos anúncios nas redes sociais e tudo isso vem do Pixel do Facebook. Ter um pixel instalado em seu site faz com que o Facebook recebe informações de visitas, cliques, tempos de leitura, conversões e cadastros recebidos por ele.

Com esses dados, o Facebook consegue utilizá-los posteriormente para criar públicos para o seu anúncio. Com isso, é possível fazer uma campanha só para pessoas que acessaram ou se cadastraram no seu site no período que você escolher.

Mas é só isso? Isso é o de menos. Com base nesses dados é possível criar um público semelhante (Look a Like) dessas pessoas que interagiram com seu site.

Ou seja, o Facebook encontra pessoas com perfil de consumo parecido com essas pessoas que estiveram no seu site ou blog, ampliando seu público, de forma segmentada, encontrando outras pessoas que não entraram em seu site, mas se parecem com as que entraram.

3) Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? Localização é essencial!

Parece algo óbvio, mas muitas pessoas não se atentam sobre a importância da localização do público em um anúncio.

Não é porque você é vereador ou candidato a vereador de uma cidade que todos os seus anúncios e conteúdos devem ser patrocinados para toda a cidade.

Conteúdos específicos que impactem apenas uma região devem ser direcionados apenas para aquela região. Um vereador que atua somente um bairro também não precisa investir em Ads para outra região.

No Gerenciador de anúncios do Facebook é possível escolher não só a cidade ou bairro, mas até o raio em torno de uma rua no Facebook. Digite o nome da rua, busque e defina um raio de quilometragem.

Não anuncie para pessoas que não tenham interesse em seu conteúdo ou você não estará ajudando na missão de como ganhar uma eleição com pouco dinheiro.

4) Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? Nunca aperte o botão Impulsionar!

Outra dica que parece óbvia é a de jamais usar o botão azul Impulsionar abaixo das publicações para fazer seu anúncio. Faça sempre campanhas pelo Gerenciador de Anúncios. Se possível, inclusive as do Instagram.

Impulsionar uma publicação pelo botão azul reduz suas opções de posicionamentos, objetivos e segmentação de público. Apesar de parecer mais fácil e atraente, fazer isso diminui a eficiência de seu Ad.

Por isso, é importante fazer campanhas de Ads para políticos sempre em um computador e jamais pelo smartphone, pois as opções também são reduzidas.

5) Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? Dark post quando for preciso!

Nem todo o anúncio você quer que esteja presente na timeline de sua página pública. De repente se trata de uma resposta ou posicionamento voltado a um público específico e que pode gerar repercussão negativa em outro.

Você não precisa postar em sua página para fazer uma campanha de Ads. É possível fazer um anúncio, do zero, que não irá aparecer em sua página, mas será entregue no feed do público que segmentou. Isso é chamado de dark post.

Basta na última tela do anúncio, em vez de optar por Selecionar Publicação, escolher a opção Novo e assim, montar texto, imagem (vídeo ou foto), botões e título.

Leia outros artigos sobre marketing político para vereador e tenha ideias de marketing para campanha política

Como montar um discurso de vereador vencedor em 3 passos?

Como se eleger vereador em cidade pequena com 3 dicas

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro no Facebook?

3 motivos para usar o WhatsApp Business na sua campanha

3 ideias de posts para fazer marketing político no Facebook

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro com 6 aplicativos?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

Sobre Lucas Pimenta 31 Artigos
Lucas Pimenta é jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi e com especialização em Marketing Político e Campanhas Eleitorais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). Trabalha na Câmara Municipal de São Paulo, atuou ainda na Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Estadual da Segurança Pública de São Paulo. Foi repórter ainda em jornais como Metrô News, Folha Metropolitana e Agora São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*