Como começar o planejamento estratégico de campanha eleitoral?

Aprenda a começar seu planejamento estratégico de campanha eleitoral para ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro em 2020
Como começar seu planejamento estratégico de campanha eleitoral?Descubra o que fazer antes de começar a ganhar votos com ferramentas exclusivas - Foto: You X Ventures/Unsplash

Antes de começar a pedir, ganhar votos, buscar recursos e até mesmo, produzir ações de comunicação, como posts, o candidato a vereador precisa começar pelo planejamento estratégico de campanha eleitoral.

Os primeiros passos para um bom planejamento estratégico de campanha são conhecer quem é o candidato, identificar o seu público-alvo e por fim, decidir o ponto onde quer chegar.

Em uma campanha política para vereador organizada existe mais de um planejamento estratégico em diferentes áreas. Desde a parte política, de articulação, financeira e também, de marketing e comunicação. Todos esses planejamentos devem se integrar, mas cada um tem suas especificidades.

Por isso, decidi separar nesse artigo, ponto a ponto, como candidatos e políticos podem começar o planejamento estratégico de campanha na área de comunicação.

Planejamento estratégico de campanha: quem é o candidato?

Todo o planejamento estratégico de marketing político e comunicação política começa por identificar quem é o candidato.

Antes de iniciar a qualquer ação de comunicação é preciso conhecer as informações, trajetória, conjuntura, cenários, pontos fortes e pontos fracos.

Uma das maneiras de delimitar quem é o candidato é a análise SWOT ou FOFA, acrônimo de “Strengths”, “Weaknesses”, “Opportunities” e “Threats”.
Traduzidas para o português, “Forças”, “Fraquezas”, “Oportunidades” e “Ameaças”.

Com esses pontos, basta você identificar quais são as Forças (ex.: fala bem em público), Fraquezas (ex.: não tem redes sociais), Oportunidades (ex.: nunca ocupou cargo público, o que indicaria renovação e goza de prestígio como empresário) e Ameaças (ex.: tem um ex-funcionário o processando por dívidas trabalhistas).

Também desenvolvi um formulário para que os candidatos possam preenchê-lo e fazerem outro tipo de identificação de seus perfis. Esse formulário pode ser baixado e impresso clicando aqui gratuitamente.

Planejamento estratégico de campanha: quem é o público do candidato?

Depois de identificar quem é o candidato, o cenário onde ele está inserido, o que tem de bom ou ruim, é preciso identificar o público dele, para quem e com quem ele e suas ações irão comunicar.

Sim. Um bom candidato a vereador não deve se comunicar com todo mundo. Precisa concentrar ações de comunicação para um público certo, um público segmentado, afinal, o objetivo é sempre que 1% dos eleitores o amem, mesmo que 99% odeie. Isso é melhor do que 100% das pessoas não sentirem nem amor e nem ódio pelo candidato.

As pesquisas quantitativas e qualitativas são os melhores modos de conseguir identificar o seu público de forma mais efetiva, seus sentimentos, anseios e dores, que é o que você deve utilizar como base para atingi-los.

Mas também existe a criação da Persona, o cliente ideal, a média, ou em nosso caso, o eleitor ideal. Esse método é muito utilizado no mercado privado, para identificação de público-alvo de empresas e produtos.

Criei um formulário para criação de persona feito para o Marketing Político. Você pode baixar e imprimir gratuitamente esse formulário clicando aqui e se quiser, pode aplicar em várias pessoas próximas a você para conhecer as pessoas que estão ao seu lado e depois, em ações como campanhas de Ads, alcançar mais pessoas como elas.

Planejamento estratégico de campanha eleitoral: programe as ações

Agora que você já sabe e identificou quem é o candidato e qual o público que ele e a campanha devem alcançar, é hora de planejar as ações de comunicação.

Por mais que, por exemplo, os posts em redes sociais dependam e muito dos fatos do dia, até para atrair mais interesse do público (ex.: não dá para falar de aborto, se o tema do dia é meio ambiente), você deve planejar as ações.

Especialmente, os dias e horários de postar, com base no comportamento do público de sua página e como irá distribuir os conteúdos. Primeiro, porque não é indicado se postar muitas vezes em um mesmo dia. E segundo, porque, com o fim do alcance orgânico, cada post é um orçamento.

Então, se você tem R$ 50 para investir em Ads por semana e decidiu investir R$ 10 em cada conteúdo, só poderá fazer cinco posts por semana. Por isso, ter planejado o que vai postar, os dias que vai postar, a rede onde irá publicar e os horários em que fará isso é essencial.

Para isso, adaptei uma tabela de cronograma de conteúdos semanais, para que você possa baixar, gratuitamente, clicando aqui e preencher de acordo com seu planejamento de posts, estratégias e orçamento para cada rede.

Leia outros artigos sobre marketing político para vereador e tenha ideias de marketing para campanha política

Marketing Político no Facebook: fale mais do eleitor, menos do candidato

Quem são os políticos mais influentes nas redes e como se inspirar para 2020?

Eleições 2020: vale a pena fazer transmissão ao vivo?

Três ações de marketing do Bolsonaro para utilizar em 2020

Como empresas de redes sociais estão dificultando o marketing político?

Como ser um vereador com um bom banco de dados para as eleições?

5 dicas para saber se conteúdo é bom e ajuda a ganhar a eleição

Como usar o IGTV para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

5 segredos para investir em Ads e ganhar uma eleição com pouco dinheiro

Como montar um discurso de vereador vencedor em 3 passos?

Como se eleger vereador em cidade pequena com 3 dicas

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro no Facebook?

3 motivos para usar o WhatsApp Business na sua campanha

3 ideias de posts para fazer marketing político no Facebook

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro com 6 aplicativos?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

Como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

Sobre Lucas Pimenta 38 Artigos
Lucas Pimenta é jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi e com especialização em Marketing Político e Campanhas Eleitorais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). Trabalha na Câmara Municipal de São Paulo, atuou ainda na Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Estadual da Segurança Pública de São Paulo. Foi repórter ainda em jornais como Metrô News, Folha Metropolitana e Agora São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*