Como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

Um bom investimento, mesmo que baixo, mas valorizando a segmentação de público muda a forma como se eleger vereador
É possível sim ganhar uma eleição para vereador gastando pouco dinheiro, mas é preciso investir de forma certeira - Foto: Rawpixel/Unsplash

Com a tradição de super campanhas eleitorais caras e milionárias no Brasil, algumas perguntas são repetidas por candidatos em todo o país a cada quatro anos: como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

Como se candidatar a vereador não tendo milhões ou grandes recursos para gastar em uma campanha política e campanha eleitoral?

Sim. É possível ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro e vou mostrar como fazer isso neste artigo. Mas exige trabalho do candidato, político e de sua equipe.

Primeiro, como já falei em outro artigo, a eleição de 2020 já começou e antecipar as ações de comunicação, dialogando com o eleitor antes do período eleitoral é fundamental para vencer.

As últimas eleições mostraram que aqueles candidatos que se comunicaram com seu eleitorado antes das eleições, construindo a imagem política antes do período oficial tiveram mais sucesso.

Por isso, um bom caminho para quem não tem dinheiro e quer ganhar uma eleição para vereador é fazer marketing político e não, marketing eleitoral. Entenda a diferença aqui. Um trabalho de médio e longo prazo.

Goste ou não de sua personalidade, o presidente Jair Bolsonaro é um case de sucesso de marketing político de baixo orçamento e com estratégias que qualquer candidato pode usar, como três que separamos da campanha de Bolsonaro reunidas em um artigo completo para você.

E com a legislação eleitoral atual, a forma mais econômica para ganhar uma eleição é investir nas redes sociais. Claro que de maneira profissional. 

Curso ensina candidatos a como ganhar uma eleição com pouco dinheiro utilizando o Facebook

Como começar a campanha nas redes sociais?

O passo inicial é ter um bom planejamento estratégico para antes de começar sua campanha político para ser eleito vereador. Separamos em um único artigo 5 dicas para criar um bom planejamento estratégico para candidatos a vereador.

Depois, vem a fase de criar os canais do candidato nas redes sociais, algo que hoje, não é muito complicado e qualquer leigo pode fazer.

No site, fizemos um tutorial ensinando a criar páginas para candidatos no Facebook, Instagram e Twitter.

Com os canais criados nas redes sociais, o candidato ou político precisa alimentar essas redes com conteúdos de interesse de seu público. Isso é o mais importante para um candidato: ter identificação com seu público.

O candidato ou político pode usar ferramentas gratuitas e métodos simples para identificar qual é o seu público, onde estão e como pensam seus eleitores para saber qual o melhor enfoque e temas para seus posts nas redes atraírem e se converterem em votos.

Como? Leia nosso artigo sobre nicho, público e como encontrar seus eleitores nas redes.

O que postar para ser eleito vereador?

Além disso, há pouco tempo, fizemos um artigo sobre os melhores posts para candidatos a vereador, com exemplos e dicas de conteúdos que podem ser feitos em casa, sem gastar dinheiro, por meio de apps gratuitos.

Mesmo assim, não sabe o que postar para fazer marketing político no Facebook? Temos um artigo com três tipos de conteúdos e roteiros que podem ajudá-lo a ganhar votos antes do período eleitoral.

Lembrando que marketing político digital não é só Facebook. Se quer também ter ideias de marketing para campanha política no Instagram, é só clicar aqui e ver essa outro material que preparamos com exclusividade para candidatos a vereador.

É claro que nem tudo se aplica a todos os candidatos. A postura e o encaminhamento de uma campanha varia muito se o candidato é de oposição ou de situação a atual gestão. Por isso, leia algumas dicas sobre isso e fique atento para não comprometer seu capital político.

Também criei um curso especial com 30 videoaulas com tudo o que um candidato precisa aprender para fazer marketing político no Facebook e ganhar uma eleição com pouco dinheiro. Trata-se do mais completo curso sobre essa ferramenta e com o menor preço do mercado. Conheça aqui!

É só fazer marketing político no Facebook?

Não se esqueça do WhatsApp! Rede com mais usuários e maior tempo dedicado no Brasil não pode ficar de fora de sua campanha. Mas o WhatsApp funciona de forma diferente das outras redes sociais. Confira como fazer uma campanha eleitoral eficiente no WhatsApp e sem gastar.

Outro meio importante para divulgar a candidatura e gerar relacionamento com o eleitor é o Instagram. Com mais de 57 milhões de usuários no Brasil, O Insta tem 15 vezes mais engajamento que o Facebook.

Além disso, o Instagram é responsável por mais de 70% das vendas em redes sociais no Brasil. Se vende e engaja, dá para fazer marketing político e ser eleito vereador usando o Instagram.

Mas não é só postar no Insta. Preparamos um artigo sobre ideias de posts que o candidato pode fazer no Instagram para ter mais engajamento e usar o app na missão de como ganhar uma eleição com pouco dinheiro. Separei ainda algumas dicas para usar o IGTV, o canal de vídeos do Instagram, semelhante ao Youtube e fazer marketing político eficiente nesta rede.

Também preparei um e-book especial, voltado para o Marketing Político e Marketing Eleitoral no Instagram. O e-book Como Ganhar Uma Eleição com Pouco Dinheiro? – No Instagram traz todos os passos e revela todos os segredos para ganhar votos nessa rede social.

Com o método contido no e-book é possível ganhar mais de 30 seguidores por dia e atingir milhares de pessoas com apenas alguns centavos de investimentos em Ads.

Conteúdo é rei na missão de como ser eleito vereador

Um dos pilares mais importantes para um bom marketing político digital é ter bons conteúdos. Posts que chamem a atenção, gerem interesse, criem identificação com o público e apresentem uma solução para gerar confiança.

Além disso, o post de um político ou candidato precisa ser relevante, em especial, para seu público-alvo por isso, existem cinco segredos e passos para criar bons conteúdos para as redes sociais e fazer marketing político com competência. Clique aqui e veja as dicas.

Um dos formatos para construir conteúdos de qualidade para políticos e que está na moda é o Storytelling, ou contar histórias que vendam a imagem e ações de um político ou candidato. Parece algo complicado, mas descomplicamos a forma de fazer Storytelling na política em um único artigo. Leia!

Fazer transmissões ao vivo ou lives também pode ajudar, mas é preciso seguir alguns passos e planejar. Não basta apertar o botão e começar a falar, como já tratamos em um artigo só sobre transmissões ao vivo.

Depois de criar a página nas redes, encontrar os eleitores e postar conteúdos, o que o candidato faz para ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

Em nenhum momento, afirmei que era possível ganhar uma eleição com nenhum dinheiro ou sem gastar nada, mas aqui vai a grande dica para ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro.

Anúncios nas redes sociais! Um anúncio com um público bem segmentado, de acordo com seu público identificado com os métodos que ensinamos, pode atingir muitas pessoas com pouquíssimo dinheiro.

Sim. Investir em anúncios nas redes sociais, em especial, no Facebook e Instagram é muito barato e o alcance pode ser enorme dependendo do tamanho da cidade ou do eleitorado.

É claro que varia de público para público, segmento para segmento, e principalmente o interesse que aquele post pode atrair ao ser colocado no feed ou timeline das pessoas para determinar o sucesso de uma campanha de anúncios.

Até porque os algoritmos das redes sociais, atualmente, limitam e muito o alcance de publicações identificadas como comerciais (ou melhor, todas aquelas que não são fotos da família, das crianças e dos gatinhos).

Então, para aparecer, só pagando, mas não se preocupe. É bem mais barato do que santinhos, folhetos e até mesmo, a boa e velha sola de sapato.

Fiz um artigo especial com 5 segredos para investir em anúncios nas redes sociais, ter os melhores resultados, atingir os eleitores certos e gastar pouco dinheiro.

Outro ponto importante para conseguir alcance e até baratear os custos de sua campanha eleitoral é investir na captação e organização de dados. Bancos de dados são essenciais para candidatos e existem formas simples de captar dados, organizá-los e utilizá-los para fazer marketing político e ganhar uma eleição com pouco dinheiro. Entenda aqui!

Quanto custa para um candidato ou político investir em anúncios nas redes sociais?

O impacto do Facebook Ads é medido por Custo Médio por Milhagem de Impressão (CPM), ou seja, quanto vai custar para que o Facebook entregue para um grupo de 1.000 pessoas aquele seu post. 

Esse valor é que irá variar e determinará quantas pessoas serão atingidas, dependendo do orçamento de sua campanha.

Além do público escolhido, o local e o post em si, o valor pode variar também de acordo com o objetivo escolhido para o anúncio, como visualizações de vídeo ou engajamento com a publicação.

Mas independente disso, anúncios em redes sociais são muito baratos. Um CPM caro (caríssimo, na verdade), de R$ 2 por 1.000 impressões, significará que para atingir, por exemplo, 40.000 pessoas por post, você gastará R$ 80.

Com um planejamento de um bom post por semana, o candidato pode ter um alcance de 160 mil pessoas a cada 30 dias, investindo R$ 320 em um mês.

Praticamente nada, em especial, se você comparar com gastos com instrumentos que não funcionam mais como santinhos ou folhetos. 

Agora pense em um candidato a vereador de uma cidade com 40.000 eleitores. Se ele investir R$ 320 por mês, gastaria R$ 3.840 mas para alcançar 1,9 milhão de pessoas – é claro que um local tão pequeno, num público segmentado, uma mesma pessoa seria alcançada mais de uma vez.

Independente disso, imagine que ele tivesse 0,5% de conversão desse público alcançado. Ou seja, dessas 1,9 milhão de pessoas que foram impactadas pelos seus conteúdos virassem seus eleitores. 

Com a conversão de 0,5%, esse candidato teria 960 votos, mais do que o necessário, independente do quociente eleitoral e partidário, para a eleição em uma cidade de 40.000 eleitores.

Ou seja, em uma matemática grosseira, o candidato ou político com mandato teria o custo de R$ 4 por voto. Um valor bem baixo e um retorno de investimento alto, provando que é possível ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro.

Além disso, escrevi um artigo com 5 segredos para investir em anúncios nas redes sociais, ter os melhores resultados, atingir os eleitores certos e gastar pouco dinheiro.

Mas não se trata só de investimento. É preciso saber investir e para isso, o candidato precisa criar uma narrativa coerente. Já abordamos em um artigo aqui formas de montar um discurso de vereador vencedor para ajudar na missão de como ganhar uma eleição com pouco dinheiro.

Trabalhe sua reputação no Google gratuitamente e vença a eleição!

Mas repito: não é só Facebook. O Google oferece ferramentas gratuitas que podem ajudar no marketing político digital do candidato, melhorando o ranqueamento de seu nome e seus conteúdos no maior buscador do mundo, e melhor, sem gastar nada. Veja!

Separamos ainda uma lista legal com 6 apps gratuitos que podem ajudá-lo na missão de ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro. São apps fáceis de operar e que podem fazer sua campanha política crescer muito na internet.

Quanto gastou quem se elegeu?

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base nas eleições de 2018, apontaram que, em média, os 513 deputados federais eleitos gastaram cerca de R$ 10 por voto recebido.

No total, os 513 deputados federais eleitos gastaram R$ 538,3 milhões com suas campanhas e conseguiram cerca de 5,3 milhões de votos.

É claro que no caso de alguns dos eleitos, até por conta do quociente eleitoral e partidário, além do volume de eleitor em seus estados, gastaram mais e outros gastaram menos.

Por exemplo, segundo o TSE, a deputada de Roraima, Sheridán (PSDB) gastou R$ 2,3 milhões na campanha para obter 12.129 votos, uma média de R$ 190,22 por eleitor.

Já o paulista Alexandre Frota (PSL) gastou pouco mais de R$ 14 mil e conquistou 155.522 votos, com cada um custando, em média, R$ 0,09 por eleitor. 

Mas esses são exemplos que englobam estados e grandes populações. Preparei um artigo especial para candidatos que querem saber como ganhar uma eleição com pouco dinheiro em cidades pequenas, com dicas importantes para essa realidade pouco abordada.

Basta ter seguidores e redes sociais para ser eleito vereador?

Mas lembre-se: seguidores e curtidas não são votos. Confiança e identificação com o público se converte em voto. Leia um pouco sobre como transformar seguidores e curtidas em votos no artigo que fizemos.

Se você quiser ter boas dicas e tutoriais para o planejamento de campanha política e como ganhar uma eleição com pouco dinheiro, leia todos os artigos do site, assista todos os vídeos em meu canal do YouTube.ou clique aqui e entre para a Lista VIP com conteúdos exclusivos e atendimento personalizado gratuitamente.

Curso ensina candidatos a como ganhar uma eleição com pouco dinheiro utilizando o Facebook

Leia outros artigos sobre marketing político para vereador e tenha ideias de marketing para campanha política

Marketing Político no Facebook: fale mais do eleitor, menos do candidato

Quem são os políticos mais influentes nas redes e como se inspirar para 2020?

Eleições 2020: vale a pena fazer transmissão ao vivo?

Três ações de marketing do Bolsonaro para utilizar em 2020

Como empresas de redes sociais estão dificultando o marketing político?

Como ser um vereador com um bom banco de dados para as eleições?

5 dicas para saber se conteúdo é bom e ajuda a ganhar a eleição

Como usar o IGTV para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

5 segredos para investir em Ads e ganhar uma eleição com pouco dinheiro

Como montar um discurso de vereador vencedor em 3 passos?

Como se eleger vereador em cidade pequena com 3 dicas

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro no Facebook?

3 motivos para usar o WhatsApp Business na sua campanha

3 ideias de posts para fazer marketing político no Facebook

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro com 6 aplicativos?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

Como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

Sobre Lucas Pimenta 37 Artigos
Lucas Pimenta é jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi e com especialização em Marketing Político e Campanhas Eleitorais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). Trabalha na Câmara Municipal de São Paulo, atuou ainda na Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Estadual da Segurança Pública de São Paulo. Foi repórter ainda em jornais como Metrô News, Folha Metropolitana e Agora São Paulo.

11 Trackbacks / Pingbacks

  1. 5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política
  2. Marketing Político: 3 erros do papel do vereador na campanha política?
  3. 2 dicas imperdíveis de marketing para candidatos de oposição e situação
  4. Redes sociais e política: seguidores e curtidas não são votos
  5. 3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?
  6. 3 ideias de marketing para campanha política no Instagram
  7. E-book revela segredos para fazer marketing político no Instagram
  8. 3 motivos para usar o WhatsApp Business no Marketing Político
  9. Facebook: como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?
  10. Como impulsionar publicação no Facebook e ganhar eleição com pouco?
  11. 3 motivos para captar de dados de eleitores para ser eleito vereador

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*