Marketing Político 2022: Três passos para fazer o seu e ganhar a eleição

Falta pouco mais de um ano para o primeiro turno das eleições de 2022 e mais uma vez, o marketing político pode fazer a diferença entre a vitória e a derrota de candidatos a presidente, governador, senador e deputados estaduais e federais.

Achar que irá chegar em junho ou julho de 2022, falar que é candidato e pedir votos é o maior erro que um candidato pode cometer em uma eleição.

O Marketing Político para 2022 exigirá tempo, planejamento e dedicação dos candidatos. Mas, para fazer isso, você precisa ter conhecimento.

Por isso, separei três passos básicos para você iniciar seu Marketing Político para as eleições de 2022, todos pensando em quem não tem rios de dinheiro para gastar e quer aprender a como ganhar uma eleição com pouco dinheiro.

Comece seu Marketing Político 2022 com pesquisas

O primeiro passo para o seu Marketing Político para 2022 é fazer pesquisas. Mas calma! Não precisa sair por aí contratando institutos. Eu sei que é caro.

É claro que se você puder encomendar uma pesquisa para identificar os maiores problemas, anseios, desejos e expectativas do eleitor será ótimo.

Mas nem todos os candidatos tem essa condição. Mas mesmo assim, é imprescindível e possível fazer pesquisas para nortear sua estratégia e não errar em suas ações.

Por isso, o primeiro passo que sugiro é realizar uma análise SWOT. Ou seja, colocar no papel suas Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Oportunities) e Ameaças (Threats).

Mas o que cada ponto desse significa e para que serve?

A matriz SWOT é uma ferramenta para ajudar a fazer uma análise interna do candidato e uma projeção externa de cenário, conjuntura e adversários.

Reúna pessoas que conheçam você e conheçam de política, pegue um caderno e inicie essa análise, de forma sincera e real.

Nas Forças, liste as características positivas do candidato. Por exemplo, se ele fala bem, se é bem visto pelas pessoas, se é conhecido pela honestidade, se é simpático, se tem um bom trabalho social, se é reconhecido por sua trajetória.

Nas Fraquezas, liste as características negativas do candidato. Por exemplo, se é tímido em frente as câmeras, se não tem recursos financeiros, se já se envolveu em algum escândalo que as pessoas saibam, se não tem apoios e se é visto negativamente por algum fato.

Nas Oportunidades, liste ações e formas de usar as características positivas, ou seja, as forças dele para conquistar o eleitor.

Pense nas prioridades do público, os desejos do eleitor, o que ele espera e desenhe ações que possam dialogar com esses anseios. Liste pessoas que podem ajudar e como podem ajudar.

Nas Armadilhas, liste ações e formas que os adversários poderão usar as características negativas do candidato.

Pense em “vacinas” ou formas de se antecipar ou combater crises que esses ataques possam causar. Liste pessoas que podem atrapalhar e como reduzir esse impacto.

Pronto. A partir daí, você já tem uma análise e pesquisa inicial para seu Marketing Político de 2022

Planejamento Estratégico para seu Marketing Político

Com os dados e informações captadas na pesquisa nas mãos, você precisa criar um planejamento estratégico para o seu Marketing Político.

Não existe uma regra ou um modelo pronto de planejamento estratégico. Cada profissional tem sua metodologia, mas no geral, eles sempre tem o mesmo conteúdo.

Para ter um planejamento estratégico para seu Marketing Político de 2022 você precisa definir os Objetivos/Metas, Ações para atingi-los, Recursos Financeiros e Humanos para as ações e Cronograma para executá-las.

Nos Objetivos/Metas, você deve listar o que você pretende em curto, médio e longo prazo. Não basta colocar apenas como objetivo “vencer as eleições”.

Você precisa desenhar e listar o que você quer para até 10 meses antes da eleição, o que pretende que esteja concluído para até o início da campanha ou três meses antes da eleição e as metas para atingir até o dia da eleição.

Em Ações, você deve, dentro de cada meta e objetivo, traçar as ações que precisa fazer para atingi-las.

Por exemplo, se o seu objetivo de médio prazo é aumentar sua relevância nas redes sociais, nas ações, você tem que traçar aquilo que fará para conseguir isso. Por exemplo, 20 posts por mês, quais tipos de posts, abordando quais temas, impulsionar ou fazer ads e etc.

Em Recursos Financeiros e Humanos, você tem que listar, dentro de cada ação prevista, o que precisará para executá-las, seja em dinheiro para investir na produção ou em pessoas e profissionais que serão necessários para dar certo.

É a hora de você medir se o seu orçamento cabe dentro de suas ações.

Em Cronograma, você vai colocar prazos para realizar as ações, para mensurar os resultados e para o cumprimento de cada objetivo ou meta. Um calendário pode ajudá-lo a saber se a ação desenhada para atingir um objetivo foi tomada no tempo certo e se no prazo determinado, ela rendeu o esperado, ou seja, alcançou o objetivo.

Com esses quatro pontos, bem estudados e desenhados, você tem um planejamento estratégico eficiente e pronto para iniciar seu Marketing Político para 2022.

Mão na massa para vencer a eleição de 2022

Não adiantar fazer pesquisas e criar um bom planejamento estratégico se você não trabalhar, colocar a mão na massa e fazer acontecer. Pesquisar e planejar é bom, mas executar e colocar a mão na massa é melhor.

E aí, o óbvio é executar, dentro do prazo, as ações previstas no seu planejamento estratégico. Mas tem alguns erros comuns mesmo entre os mais planejados.

Entenda: rede social não serve para dar curtidas. O ideal é que você use seus posts e conteúdos para captar cadastros e dados, em especial, WhatsApp, para se aproximar e estreitar laços com seu eleitor.

Aliás, rede social não é para o candidato. Não é um outdoor. Não é para ficar falando de você ou do que você fez. É para falar sobre as pessoas, sobre o que importa para o público.

Rede social é para promover polêmica, chamar a atenção com algo que provoque sentimentos e interações das pessoas para aí sim, usando essa atenção, impor sua narrativa. É preciso ser criativo.

Ter canais profissionais, corretos e bem estruturados também é essencial. Não adianta achar que sem utilizar os canais corretos e a linguagem correta, as coisas darão certo.

Mas mesmo com tudo isso, você precisa seguir a legislação e estar atento ao que pode e o que não pode. Redes sociais não são terra de ninguém e descumprir a lei pode significar o fim de sua candidatura.

E aí? Gostou das dicas para o seu Marketing Político 2022? Assista aulas gratuitas com tudo sobre Marketing Político no meu YouTube!

Matricule-se no melhor curso de Marketing Político do Brasil!

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? 2.0 está com inscrições abertas!
Curso