O que é marketing político e como fazer o seu sem ajuda de ninguém?

O que é marketing político e como você pode fazer o seu sem ajuda de ninguém? Essa é uma das perguntas que eu mais recebo de meus alunos e seguidores e vou responder aqui.

Primeiro é preciso entender que Marketing Político e Marketing Eleitoral são coisas diferentes.

O que é Marketing Político?

Marketing Político é a concepção de estratégias, compostas por uma série de ações de diferentes áreas, presenciais e digitais, de médio e longo prazo, com o objetivo de criar narrativas, posicionar o candidato no eleitorado, construir público e reputação.

Qualquer pessoa, e não só um político em mandato, pode fazer Marketing Político. Basta ter um bom planejamento estratégico, que começa a partir de uma boa pesquisa para entender as principais dores e anseios do eleitor do público que quer atingir, e realizar ações para mandar a mensagem a ele, em especial, para diferenciá-lo dos concorrentes.

Essa mensagem, desde um post nas redes até um folheto em papel, independente do formato ou canal, precisa chamar a atenção, gerar interesse e causar identificação. Sem essas três etapas, você não conseguirá atingir seus objetivos, que no Marketing Político, basicamente, são ser conhecido por mais pessoas e fazer com que essas pessoas se identifiquem com você ou com o que você pensa.

E justamente por conta disso, o tempo é fundamental. Para que uma narrativa se torne verdade na mente de uma pessoa, é necessário tempo. Não será de uma hora para outra, aos 45 minutos do segundo tempo, que o eleitor olhará um vídeo seu dizendo que é candidato e ele pensará: Esse cara é o máximo. Vou votar nele!

E o Marketing Eleitoral?

Já o Marketing Eleitoral são estratégias de curto prazo, com ações que tenham objetivo de conquistar votos de eleitores na eleição. É levar o candidato aos públicos de interesse e transformá-los em eleitores.

É claro que o Marketing Eleitoral também exige narrativa, posicionamento e etc, mas o grande o objetivo não é mais tornar a pessoa e suas ideias conhecidas, mas fazer com que o público se converta ou vote nele. Não é mostrar como funciona o produto ou o quanto ele é bom para as pessoas, mas quanto custa e como ele é o único que serve para resolver determinado problema.

E justamente por causa disso é preciso, antes de trabalhar o Marketing Eleitoral, fazer Marketing Político. Afinal, ninguém compra um produto que não conhece, não confia e que já viu outros iguais antes. Marketing Eleitoral não sobrevive sem Marketing Político.

Mas Marketing Político não sobrevive sem o Marketing Eleitoral. Por isso, não adianta nada ser conhecido, reconhecido, ter pessoas que se identificam com você e suas ideias, que o admiram se você também não pedir votos.

Dá pra fazer marketing político sozinho?

É mais difícil, mas com o digital e as redes sociais se tornou possível. Sem precisar de grandes equipes, produtoras de vídeo gigantesca e com algum conhecimento sobre marketing digital, você pode construir conteúdos e levar suas ideias para mais pessoas.

Mas entenda: não é simplesmente postar. Não adianta encarar as redes sociais como agenda de adolescente. Elas não servem para mostrar com quem está e onde está somente.

Elas servem para você, além de entreter seu público, divertindo ou emocionando, também mostrar suas ideias, suas opiniões e principalmente, falar sobre ele, sobre o eleitor. Fale sobre as dores e problemas que ele vive. Mostre ele em suas redes e faça com que ele se identifique com o que está dizendo.

Ficar preso ao “eu fiz”, “eu vi” e etc não vai adiantar. Pense em falar sobre o assunto que o seu eleitor quer ouvir, porque ele mesmo está falando sobre aquilo. Seja vertical e se posicione como o seu eleitor se posicionaria sobre aquele tema. Apresente a solução que ele espera que você apresente e que seja única, diferente dos seus concorrentes.

Para isso, você não vai precisar de grandes equipes, mas vai precisar de, além de muita pesquisa, conversa com as pessoas para representá-las, representar os desejos delas, também vai precisar de dedicação.

Afinal, quem trabalha sozinho deve trabalhar por todos que deixou de contratar para um serviço.

Quer saber mais sobre Marketing Político?

Sou autor do método “Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? 2.0”, um curso com mais de dez horas de videoaulas sobre marketing político nas redes sociais, além de 300 páginas de artigos e livros para ensinar você a fazer sua campanha.

Com aulas online, você pode aprender passo a passo, desde a criação e gestão de redes sociais de políticos, criação de posts políticos e conteúdos para candidatos até as estratégias mais modernas de anúncios, impulsionamento e tráfego pago na política.

Na primeira edição, em 2020, mais de 120 alunos do curso tiveram sucesso e foram eleitos vereadores aplicando o que aprenderam nas aulas.

Se você também quer ter sucesso e aprender tudo o que é preciso para ser eleito com pouco dinheiro, faça sua inscrição pelo valor promocional de R$ 99,99. Não é mensalidade. É o curso completo e o melhor curso de marketing político do Brasil pelo melhor custo-benefício.

Para aprender gratuitamente, com dicas diárias e aulas completas sobre marketing na política, me siga no Instagram e inscreva-se no meu canal do YouTube

Matricule-se no melhor curso de Marketing Político do Brasil!

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro? 2.0 está com inscrições abertas!
Curso