Como usar as redes para vencer a eleição para vereador em 2020?

Como usar as redes sociais, como o Facebook, para ganhar a eleição para vereador em 2020
Aprenda como usar as redes sociais, como o Facebook, para ganhar a eleição para vereador em 2020 - Foto: Cytton Photography/Unsplash

Como usar as redes para vencer a eleição para vereador em 2020? Essa é a pergunta que todos os candidatos fazem com a consolidação definitiva do uso das tecnologias na comunicação eleitoral.

Isso porque não se faz mais campanha política sem usar as redes sociais, mas também não basta apenas usar as redes sociais. É preciso usar bem, de forma correta, com planejamento estratégico e conhecimento técnico.

Em resumo, não basta sair postando. Usar as redes sociais para fazer Marketing Político profissional vai muito além de postar tudo o que faz.

Passa por o que postar, como postar, para quem postar e principalmente, quanto e de qual maneira investir para que as redes sociais sejam, realmente, eficientes para a eleição para vereador em 2020.

Por isso, separei alguns pontos para que candidatos a vereador entendam como as redes sociais, seja Facebook, Instagram ou WhatsApp podem ser utilizadas e ajudá-los na missão de como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro.

Quantos posts fazer na eleição para vereador em 2020?

Apesar da facilidade do uso e de não ter custos para publicação de conteúdos, redes sociais não são diários de adolescentes. O candidato não deve e nem pode postar tudo o que faz nas redes sociais.

Para ter sucesso nas redes, o básico é que o conteúdo seja relevante para o público do candidato. O vídeo ou foto precisa chamar a atenção, gerar interesse, causar identificação, propor solução e fazer com que as pessoas interajam, comentem e queiram opinar sobre ele.

Então, a quantidade de posts não é importante. É a qualidade do post que realmente importa. Mas não estou falando se o vídeo é alta resolução, tem boa luz ou é bem editado.

É o quanto aquele post vai impactar na vida das pessoas do outro lado da tela do celular. Por exemplo, uma reunião sua com uma pessoa, a presença em um evento e etc só tem importância para quem estava na reunião ou no evento.

É como fazer um churrasco, não chamar seus amigos e depois, mandar as fotos do churrasco para eles. Não tem importância nenhuma.

Agora, se você tem o público formado majoritariamente por pessoas, por exemplo, de seu bairro, mostrar um problema conhecido de seu bairro, apontar soluções e cobrar providências pode ser mais relevante.

Perfil ou fanpage na eleição para vereador em 2020?

Muitas pessoas acham que estão presentes nas redes sociais e fazem Marketing Político porque postam suas ações no Facebook.

Muitas nem sabem, mas utilizam o perfil no Facebook, que é um espaço pessoal, onde você adiciona amigos e etc, com um limite máximo dea migos. O ideal para qualquer comunicação profissional são as fanpages (páginas públicas).

Nelas, as pessoas seguem a página, viram seguidoras, sem precisar de uma autorização e não há um limite de seguidores.

Além de serem gratuitas para criar, somente as páginas permitem mensurar dados e fazer campanhas de Ads (anúncios) para levar seu conteúdo para mais pessoas. Duas coisas indispensáveis.

Sem investir em Ads, ou seja, pagar para que seu conteúdo seja distribuído, nem adianta trabalhar com redes sociais. O alcance orgânico, o gratuito, não existe mais. O Facebook, por exemplo, entrega um conteúdo somente para 3% a 10% dos seguidores de uma página.

Ou seja, se a página tem 10 mil seguidores, no máximo 1.000 verão o post nos seus feeds e na média, 2% somente irá engajar, ou seja, curtir ou comentar. Ninguém.

Com investimento em Ads, com apenas R$ 10, é possível entregar seu conteúdo para mais de 10 mil pessoas. E ah, tudo isso, de forma segmentada, as pessoas certas para aquele conteúdo.

Mas segmentar corretamente só é possível se mensurar resultados e isso só é possível com fanpages (páginas públicas) e não perfil pessoal. Nesse, poste fotos do seu gato, com seu sobrinho para seus amigos mais próximos verem, já que não é possível fazer comunicação profissional nele.

Não compre seguidores na eleição para vereador em 2020

Muitas pessoas acham que usar as redes sociais bem significa ter mais seguidores. Errado! Mais importante que o número de seguidores é o engajamento real, de pessoas de verdade, do público certo.

Comprar seguidores, como algumas empresas vendem, significa comprar perfis fakes, números vazios, robôs turcos e indianos que não vão interagir com seu conteúdo e principalmente, não irão votar em você.

Além disso, esses seguidores falsos e comprados irão atrapalhar que pessoas de verdade, que poderiam votar em você, sejam alcançadas por suas publicações e conteúdos.

Como já falei, o Facebook entrega um post para entre 3% a 10% dos seguidores de uma página. Jamais todos. Se a página tem 10 mil seguidores, cerca de 1.000 receberão o post dela no feed.

Se desses 10 mil seguidores, 5 mil forem comprados, em resumo, fake, há uma chance enorme do conteúdo ser entregue somente para 500 pessoas reais, já que as outras 500 seriam perfis vazios.

E na hora da eleição? Na hora da eleição, robô não vota. Perfil fake não tem título de eleitor e por isso, aquele número de seguidores, além de não ajudar, vai atrapalhar que mais pessoas, essas sim de verdade, conheçam você, seu trabalho, sua trajetória e suas opiniões.

Leia outros artigos sobre marketing político para vereador e tenha ideias de marketing para campanha política

Marketing Político no Facebook: fale mais do eleitor, menos do candidato

Quem são os políticos mais influentes nas redes e como se inspirar para 2020?

Eleições 2020: vale a pena fazer transmissão ao vivo?

Três ações de marketing do Bolsonaro para utilizar em 2020

Como empresas de redes sociais estão dificultando o marketing político?

Como ser um vereador com um bom banco de dados para as eleições?

5 dicas para saber se conteúdo é bom e ajuda a ganhar a eleição

Como usar o IGTV para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

5 segredos para investir em Ads e ganhar uma eleição com pouco dinheiro

Como montar um discurso de vereador vencedor em 3 passos?

Como se eleger vereador em cidade pequena com 3 dicas

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro no Facebook?

3 motivos para usar o WhatsApp Business na sua campanha

3 ideias de posts para fazer marketing político no Facebook

Como ganhar uma eleição com pouco dinheiro com 6 aplicativos?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

3 ideias de marketing para campanha política no Instagram

3 ferramentas Google para ganhar uma eleição com pouco dinheiro?

2 dicas de Marketing Político candidatos de oposição e de situação nas eleições de 2020

5 erros do papel do vereador no marketing político da campanha

Como ganhar uma eleição para vereador com pouco dinheiro?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

5 dicas para fazer um planejamento estratégico para campanha política

A eleição de 2020 já começou e você não percebeu

Como encontrar eleitores para a campanha de vereador

Marketing Político nas redes sociais: como criar e gerenciar páginas de candidatos?

Marketing Político: melhores posts para candidatos nas redes sociais

Quais são os melhores cursos de marketing político do Brasil?

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

Conheça os melhores profissionais do marketing político do Brasil

Marketing Político e Marketing Eleitoral: Qual a diferença?

Marketing Político no WhatsApp: como se comunicar com os eleitores?

Sobre Lucas Pimenta 38 Artigos
Lucas Pimenta é jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi e com especialização em Marketing Político e Campanhas Eleitorais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). Trabalha na Câmara Municipal de São Paulo, atuou ainda na Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Estadual da Segurança Pública de São Paulo. Foi repórter ainda em jornais como Metrô News, Folha Metropolitana e Agora São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*